"Agentes de Segurança Socioeducativo ajudem ao SINDSISEMG a melhorar as condições do Sistema Socioeducativo, filiem-se, acessem e participem dessa conquista.

sexta-feira, julho 08, 2011

Número de adolescentes infratores internados no Brasil cresce 4,5% e passa de 18 mil

Mais de 40 mil cumprem outras medidas socioeducativas, aponta o governo
O número de adolescentes infratores que cumprem medidas socioeducativas com restrição de liberdade (internação, internação provisória e semiliberdade) cresceu 4,5% no Brasil, entre 2009 e 2010, e já chega a 18.107, aponta balanço divulgado pela SDH (Secretaria de Direitos Humanos).

Dentre os 18.107 adolescentes infratores, 12.041 estão em regime de internação, 3.934 em internação provisória e 1.728 em medida de semiliberdade. Outros 404 jovens ainda aguardam decisão da Justiça também em regime de restrição de liberdade.

No Brasil, para cada 10 mil adolescentes entre 12 e 17 anos, há, em média, 8,8 cumprindo medida de privação e restrição de liberdade. A maioria dos infratores nessa situação é do sexo masculino (95%), ainda segundo o levantamento.
Segundo a Secretaria, o Estado de São Paulo concentra o maior número de adolescentes internados ou semi-internados no país: 6.814 – mais de um terço do total.

Ainda segundo o relatório, o número de adolescentes em unidades socioeducativas aumentou em 12 unidades federativas – Pará, Tocantins, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Groso do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Distrito Federal –, mas diminuiu em outros 15 Estados.

Apesar da alta no número de adolescentes infratores, a secretaria avalia que há uma tendência gradativa de “estabilização” do crescimento, quando considerados os dados dos anos anteriores. Se de 1996 a 2004 o crescimento na taxa de internação foi de 218%, de 2004 a 2010, este aumento foi de 31%.
Para Carmen Oliveira, secretária nacional de promoção dos direitos da criança e do adolescente da Secretaria dos Direitos Humanos, isso indica que o governo tem acertado suas políticas.

- Os dados mostram que as diretrizes apontadas pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo [Sinase] têm apresentado resultados positivos. O governo federal investiu na criação de mais de 2.000 vagas em unidades de internação, com adequados parâmetros arquitetônicos, e na ampliação dos programas de meio aberto [medidas em que não há restrição de liberdade].

De acordo com o estudo, outros 40.657 adolescentes respondem a outros delitos em regime aberto no país.
Foto:Marcello Casal Jr./Agência Brasil-São Paulo é o Estado com o maior número de adolescentes internados
Fonte:http://noticias.r7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é importante para nosso aperfeiçoamento e avaliação das demandas necessárias dos Agentes de Segurança Socioeducativos, contamos com a educação, o bom senso a o união de todos na construção de um sistema melhor e verdadeiramente eficiente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

LEI DO PORTE DE ARMA PARA AGENTE

Vamos participar desta campanha para que nossa categoria tenha o porte de arma estabelecido em lei, não perca tempo.

Clik na imagem para participar

Os Agentes precisam dê seu voto

Os Agentes precisam dê seu voto
Participe da Petição Pública, clik na imagem acima.